INDAC quer impulsionar mercado de acrílico no Brasil

Através do programa Projetos em Acrílico, Instituto, que, até então, atuava como promovedor da matéria-prima, irá trabalhar também como uma Agência de Negócios e captar clientes interessados em desenvolver projetos em acrílico

O INDAC (Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico) acaba de dar mais um passo para ajudar a difundir o uso do acrílico no mercado brasileiro. É que o Instituto, que até então atuava de forma coadjuvante no mercado, educando sobre o correto uso do produto ou mesmo informando sobre seus muitos atributos, vai passar a atender e representar diretamente os clientes interessados em desenvolver projetos em acrílico. Isso significa que arquitetos, designers, agências de publicidade e outros especificadores, poderão contar com o Instituto, agora também, como uma Agência de Negócios. E, graças a sua rede de associados, que inclui os melhores fornecedores de matéria-prima e transformadores de acrílico do país, o INDAC passa a oferecer a esse cliente as condições mais adequadas para cada projeto. “O conhecimento que temos sobre o produto e o mercado, além de contatos, faz do INDAC o melhor canal para quem busca acrílico. Através dele e do programa Projetos em Acrílico, o cliente poderá contar com fornecedores de alta qualidade, além de garantir que seu projeto seja realizado por uma empresa que realmente tem condições de entrega”, explica Marcelo Thieme, diretor-presidente do INDAC.

As chapas acrílicas são atualmente mais usadas no país pelo mercado de comunicação visual, que responde por cerca de 65% da demanda do produto. Mas a versatilidade e sofisticação da matéria-prima permitem um uso muito mais amplo. Assim, não é difícil encontrar acrílico entre os objetos de arquitetura e decoração, como luminárias e móveis, de utensílios diversos ou mesmo em áreas de tecnologia e saúde. No entanto, a demanda no Brasil ainda é muito aquém da apresentada por países europeus, como a Itália, ou mesmo por aqui, na América. No México, por exemplo, o consumo per capta anual de acrílico é três vezes maior que o brasileiro. Parte desta diferença, explica João Orlando Vian, consultor executivo do Instituto, está em algumas falsas premissas, como riscos superficiais ou amarelamento ao sol: “Muitos especificadores no país ainda não conhecem a capacidade do acrílico e acabam optando erroneamente por matérias-primas inadequadas, incapazes de oferecer ao cliente a sofisticação e durabilidade que só o acrílico permite. A possibilidade que o INDAC atue também como uma Agência de Negócios, através do Projetos em Acrílico, foi a forma que encontramos de acabar com esse abismo entre especificadores e processadores”.

Assim, nessa nova fase do INDAC, a prospecção será priorizada. Ou seja, a entidade que antes ajudava o cliente a se conectar com um fornecedor, passa agora a trabalhar de forma ativa para trazer a esse mercado novos negócios, alguns deles que nem mesmo estavam sendo cogitados ou orçados em acrílico, explica Vian: “Com esse trabalho de Agência, queremos trazer para o setor projetos antes ignorados, como os projetos de construção civil, por exemplo. Quantas sacadas, coberturas ou barreiras de proteção são feitas hoje com materiais pouco seguros, como o vidro, sem que o cliente ao menos tenha tido a oportunidade de conhecer as possibilidades ofertadas pelo acrílico?”, questiona Vian.

A atuação do INDAC no Projetos em Acrílico é o oposto do que estamos acostumados a ver no mercado. “Normalmente, espera-se o cliente interessar-se pelo acrílico e daí o fornecedor entra em ação, cotando, apresentando possibilidades de produção. Mas no programa, o INDAC passa a ter também a premissa de captação de novos negócios e clientes para o setor, seja pelos canais que a entidade já têm, como os virtuais, como também os contatos com agências de marketing e escritórios de arquitetura, design e engenharia”, explica Marcelo Thieme, que ressalta que essa é uma excelente oportunidade para que novas empresas do setor se associem ao Instituto: “A Agência de Negócios em acrílico do INDAC já nasce como a maior rede fornecedora para projetos em acrílico do país”, finaliza.

Como irá funcionar?

Depois da prospecção, com o projeto ou ideia do cliente em mãos, o INDAC irá avaliar qual dos seus associados tem a melhor condição de viabilizar o projeto, além de orçar custos e prazos. Essas informações serão então repassadas ao cliente que optará por fechar ou não o negócio. Vale frisar que todos os projetos serão liderados e acompanhados de perto pelo Instituto, da escolha do material até a entrega do item, que receberá selo de garantia INDAC

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *