Retorna a Página Inicial

Envie um e-mail para o INDAC
 


Acesse a página do Facebook do INDAC Acesse o canal do INDAC no Youtube Acesse o Twitter do INDAC Veja as perguntas e respostas frequentes sobre o Acrílico
HomeReciclagem do AcrílicoReciclagem de Plásticos no Brasil

Reciclagem de Plásticos no Brasil

O INDAC - Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico, possui relacionamento com a mais importante entidade brasileira no setor de reciclagem de plásticos: Plastivida - Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos, ligada à Abiquim - Associação Brasileira da Indústria Química.

A Plastivida tem concentrado esforços no desenvolvimento de ações voltadas a caracterização, dimensionamento e análise do desenvolvimento da reciclagem dos plásticos no Brasil. Por este motivo, foi desenvolvido o estudo intitulado "Elaboração e Monitoramento dos Índices de Reciclagem de Plástico no Brasil" e que constitui-se numa iniciativa de relevância das pesquisas realizadas até o momento.

Índice Brasileiro de Reciclagem

Não existe uma Política Nacional de Reciclagem, com atuação estratégica e que reúna todos os setores envolvidos no país. Para levantar a situação da indústria de reciclagem de plásticos no Brasil, a Plastivida desenvolveu um estudo elaborado a partir de um plano estatístico estabelecido em 2005, com vistas a compor a amostra de Reciclagem Mecânica de Resíduos Plásticos Pós-Consumo e servir de base para extrapolações dos dados para a segmentação geográfica brasileira. Esse Estudo foi realizado a partir da aplicação de metodologia de acordo com os padrões de qualidade do IBGE.
Seus principais resultados são apresentados em seguida:

1. Composição média do lixo na coleta seletiva (% em peso) nas cidades com coleta seletiva.

2. Resultados da Reciclagem Mecânica de Resíduos Plásticos Pós-Consumo no Brasil:

3. Índice de reciclagem (%)

Índice de Reciclagem - Considera-se Índice de Reciclagem a razão entre o total de produtos reciclados e a quantidade de resíduos sólidos gerados.

Brasil – ano-base 2006
Europa  – ano-base 2005
Fontes: Plastics Europe e Plastivida

Conclusão

O índice de reciclagem mecânica de plásticos no Brasil, medida em 2005, atingiu 19,8%, entretanto, a estrutura de Coleta Seletiva hoje tem uma capacidade ociosa em torno de 40% que pode ser utilizada. Caso isso aconteça, provavelmente o país supere a Alemanha e a Áustria, hoje com 32% e 20% respectivamente.
A campeã na reciclagem de plásticos pós-consumo é a região Sudeste com 59%, seguida pela região Sul com 28% e pela região Nordeste com 13%.
Tudo isso não seria possível sem o grande exército de cerca de 500 mil catadores informais que recolhem os resíduos e os revendem. No entanto, as condições de informalidade das empresas recicladoras de plásticos são sérias limitadoras ao desenvolvimento do setor.

Fonte: Plastivida - Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos: www.plastivida.org.br


 

INDAC ® 2014

Conheça a Ágora Interativa